HOMENS ARMADOS ESTÃO CHEGANDO E ESSE POVO TERÁ O SEU FIM

Os povos indígenas da américa darão lugar a uma nova sociedade.

Por Elias Boell Júnior

Lá vem chegando os homens armados.Eles vem com intenções definidas e sanguinárias. O povo indígena terá seu fim e o próprio DEUS pôs no coração dos espanhóis de exterminarem o povo eliminando assim o poder implacável dos índios Astekas, como eram chamados no continente Americano.

Os Astekas eram um povo indígena assoberbado pelo poder econõmico daquela época.A história desse povo indígena já se repetiu muitas vezes sob a face da terra, bem como a de outros povos indígenas que se fundem entre Astecas, Maias e outros nomes.

Sempre tem sido assim, de história em história.Quando DEUS acha que a barbárie de um povo é insuportável, ele mesmo projeta e levanta inimigos para o extermínio do que ele chama de detestável.

Com o desenvolvimento econômico e o crescimento do poder na América, esses índios se tornaram maus para seu próprio povo.Faziam sacrifícios coletivos de pessoas, eles as matavam em oferenda para seus deuses pagãos.

A Bíblia fala que DEUS desaprova quem faz seus filhos passar pelo fogo. A terra que DEUS prometeu a Moisés e seus mais de três milhões de israelitas que tomaram posse, o fizeram sob o fio da espada.

Quando os israelitas chegaram a ver a terra prometida, souberam da ordem de DEUS, deveriam matar a sangue frio todos os habitantes daquela região, aquela terra seria a prometida e o sangue daquele povo que lá vivia foi derramado por ordem de um DEUS ONIPOTENTE.DEUS não os queria mais, desaprovando-os, entregou-os ao fio da espada dos israelitas, povo estimado por DEUS.

Veja o que dizem os estudiosos e historiadores desse assunto:
O sacrifício humano, na América pré-colombiana, era uma prática religiosa realizada no contexto de certos cultos praticados pelos povos indígenas dasAméricas. Foi documentado tanto pelos códices quanto pela iconografia pré-colombiana em geral. Ainda que os casos mais notórios sejam os ocorridos na áreamesoamericana,[1] sua existência foi provada também nas regiões habitadas pelos incas e noutras partes do continente. A prática do sacrifício humano nas religiões indígenas foi questionada desde a chegada dos europeus à América, no século XVI, existindo evidências documentais e histórico-arqueológicas suficientes para confirmar a sua existência.[2]


Sacrifícios humanos mostrados no Codex Magliabechiano.
Apesar de bem documentada e registrada nas sociedades das Américas Central e do Sul, a prática do sacrifício humano ainda está envolta em algum mistério; as exatas ideologias por trás do ritual ainda são desconhecidas; as teorias mais aceitas indicam que as vítimas eram executadas como forma aplacar determinadosdeuses.[wikipedia.org].
Os astecas (1325 até 1521; a forma azteca também é usada) foram uma civilizaçãomesoamericana, pré-colombiana, que floresceu principalmente entre os séculos XIV eXVI, no território correspondente ao atual México.
Na sucessão de povos mesoamericanos que deram origem a essa civilização destacam-se os toltecas, por suas conquistas civilizatórias, florescendo entre o século X e o século XII seguidos pelos chichimecas imediatamente anteriores e praticamente fundadores do Império Asteca com a queda do Império Tolteca. Os astecas foram derrotados e sua civilização destruída pelos conquistadores espanhóis, comandados porFernando Cortez.[Wikipédia]